×

8 alimentos ideais para diabéticos manterem a glicemia sob controle

8 alimentos ideais para diabéticos manterem a glicemia sob controle 1

8 alimentos ideais para diabéticos manterem a glicemia sob controle

Uma alimentação saudável desempenha um papel crucial no controle da diabetes, podendo ajudar a regular os níveis de açúcar no sangue e promover um estilo de vida benéfico para aqueles que lidam com essa condição. Alguns alimentos específicos podem auxiliar no gerenciamento da glicose e oferecer dicas valiosas para adaptar a dieta de forma eficaz.

8 alimentos ideais para diabéticos manterem a glicemia sob controle 2

Diabetes é uma doença crônica que causa um aumento nos níveis de açúcar no sangue, também conhecido como glicose, proveniente da alimentação diária. Após a digestão dos alimentos consumidos, os carboidratos se transformam em glicose, que é absorvida e passa para a corrente sanguínea. O açúcar é distribuído para os tecidos e nas células através da insulina. Portanto, é essencial que os diabéticos controlem a ingestão de carboidratos, uma vez que seu consumo pode resultar em elevação da glicemia.

Os sintomas decorrentes da má regulação da glicose incluem fraqueza, perda de peso, fome excessiva, sede intensa e aumento da frequência urinária. Se não tratada adequadamente, a diabetes também pode levar a complicações como pressão alta, problemas nos rins, retinopatia, dificuldades de circulação nos pés, além de riscos de angina, infarto e derrame.

Alguns alimentos são especialmente benéficos para diabéticos que buscam controlar a glicemia de maneira saudável. A inclusão de itens como aveia, legumes não amiláceos, peixes ricos em ômega-3, frutas de baixo índice glicêmico, nozes e sementes, grãos integrais e leguminosas pode contribuir significativamente para esse objetivo. Esses alimentos podem ajudar a regular os níveis de açúcar no sangue, promover saciedade, melhorar a sensibilidade à insulina e favorecer a saúde cardiovascular.

Manter os níveis de açúcar no sangue estáveis é essencial para quem possui diabetes. Alimentos como lentilha e grão-de-bico, por serem carboidratos de digestão lenta e boas fontes de proteína vegetal, são indicados para essa finalidade. Evitar gorduras saturadas, encontradas em queijos amarelos, creme de leite e frituras, é importante. Em contrapartida, o consumo moderado de gorduras mono e poli-insaturadas, como azeite de oliva, óleo de canola e óleo de amendoim, pode contribuir para melhorar a resistência à insulina e a saúde do coração.

Além da alimentação, é recomendado não pular refeições e optar por proteínas magras, como carnes com menos gordura, frango sem pele, peixes e tofu. Evitar bebidas açucaradas, controlar a quantidade de carboidratos na dieta, substituir laticínios por versões light e atentar para o consumo de alimentos diet ou light são práticas que auxiliam no controle da diabetes.

Doces diet são permitidos, desde que feitos com adoçantes, enquanto alimentos light possuem redução calórica em relação aos produtos convencionais. Acompanhamento com nutricionista e endocrinologista, realização de exercícios físicos e exames periódicos são fundamentais para o controle da doença e a detecção precoce de complicações.

Para controlar a diabetes, é essencial fazer ajustes no tratamento conforme necessário. Em alguns casos, o médico pode receitar medicamentos para regular os níveis de glicose no sangue. É fundamental seguir as orientações médicas e não interromper os remédios prescritos, pois são essenciais para controlar a doença e prevenir complicações.

O uso do Cartão dr.consulta oferece descontos em consultas, exames e na compra de medicamentos em farmácias parceiras. Com a possibilidade de adicionar até 4 dependentes sem custo adicional, os benefícios podem ser compartilhados para cuidar da saúde de forma mais acessível.

Além disso, praticar exercícios físicos também é crucial no tratamento da diabetes, pois melhoram a sensibilidade à insulina e auxiliam na absorção eficiente da glicose pelas células. Escolher atividades seguras e agradáveis, como caminhadas, natação, ciclismo ou exercícios de baixo impacto, é indicado.

Antes de começar um programa de atividades físicas, é fundamental consultar um médico para garantir que seja adequado à sua condição de saúde. Lembre-se de que, juntamente com a inclusão de alimentos apropriados na dieta, é essencial manter acompanhamento médico regular e praticar exercícios consistentes para controlar efetivamente a diabetes e desfrutar de uma vida ativa e plena.

Fontes consultadas: Associação Nacional de Atenção ao Diabetes, Biblioteca Virtual em Saúde MS e Scielo.

Avalie esse artigo