×

Bronzeamento de pele: é seguro optar por métodos naturais ou artificiais?

Bronzeamento de pele: é seguro optar por métodos naturais ou artificiais? 1

Bronzeamento de pele: é seguro optar por métodos naturais ou artificiais?

Com a chegada das estações quentes, especialmente o verão, o tema do bronzeamento ganha destaque. No entanto, muitas pessoas questionam se é realmente seguro se bronzear. Neste artigo, abordaremos as principais dúvidas sobre o bronzeamento natural e artificial, além de dar algumas dicas para quem deseja bronzear a pele.

Bronzeamento de pele: é seguro optar por métodos naturais ou artificiais? 2

O bronzeamento é uma resposta natural da pele à radiação ultravioleta do sol ou de fontes artificiais. Quando somos expostos aos raios ultravioleta, a produção de melanina em nossa pele aumenta como mecanismo de defesa. Esse pigmento se desloca para as camadas superficiais da pele e a escurece, resultando no bronzeamento.

A principal função do bronzeamento é proteger a pele, já que a melanina absorve a radiação ultravioleta e impede que ela penetre profundamente. Existem duas formas de bronzeamento: o natural, que ocorre através da exposição direta ao sol, e o artificial, que é feito em câmaras de bronzeamento ou equipamentos específicos.

É importante ressaltar que o uso de câmaras de bronzeamento é proibido no Brasil desde 2009 pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Essas câmaras utilizam radiação ultravioleta A (UVA), que penetra profundamente na pele e pode causar danos, como rugas, manchas e perda da elasticidade. Além disso, a exposição ao UVA aumenta o risco de câncer de pele.

O bronzeamento, seja ele natural ou artificial, apresenta riscos a curto e longo prazo. A exposição solar em excesso pode levar a insolação, câncer de pele e envelhecimento precoce. Portanto, não existe uma forma de bronzeamento 100% segura para a saúde.

É recomendado que as pessoas consultem um dermatologista para verificar a saúde de sua pele e receber orientações adequadas. O site dr.consulta oferece acesso a dermatologistas com condições especiais através do Cartão dr.consulta, que oferece descontos em exames, farmácias e consultas.

Por fim, não há uma maneira segura de se bronzear. É importante proteger a pele dos danos causados pela radiação ultravioleta e conscientizar-se sobre os riscos do bronzeamento. A saúde da pele é responsabilidade dos dermatologistas, que estão disponíveis para ajudar no cuidado da pele e prevenção de doenças causadas pelo bronzeado.

O bronzeamento é uma prática desejada por muitas pessoas, mas é importante tomar cuidado, pois a exposição excessiva ao sol pode ser nociva para a saúde. No entanto, existem medidas que podem ser tomadas para diminuir os riscos envolvidos.

Uma das principais precauções é o uso de protetor solar com o Fator de Proteção Solar (FPS) adequado para cada tipo de pele. Além disso, é recomendado evitar os horários de pico, como entre às 10 horas da manhã e às 16 horas da tarde. É essencial também evitar as câmaras de bronzeamento, que estão proibidas pela Anvisa.

Se você ainda deseja ter um tom de pele bronzeado, a melhor opção é recorrer aos produtos autobronzeadores. Eles agem quimicamente na pele, pigmentando apenas a camada externa e proporcionando uma cor similar ao bronzeado.

É importante ressaltar que, independentemente da forma de bronzeamento escolhida, contar com a orientação de dermatologistas é fundamental para garantir a saúde da pele. Eles poderão indicar o melhor protetor solar e fornecer informações relevantes sobre os cuidados necessários.

O dr.consulta é um parceiro confiável que oferece informações de qualidade sobre saúde e também disponibiliza atendimento profissional em seus Centros Médicos e por meio de consultas online.

Avalie esse artigo