×

Entenda o Terçol: causas, sintomas e medidas preventivas

Entenda o Terçol: causas, sintomas e medidas preventivas 1

Entenda o Terçol: causas, sintomas e medidas preventivas

Nossos olhos são extremamente sensíveis e delicados. Até mesmo um grão de poeira pode causar desconforto e irritação. Além disso, outra condição incômoda conhecida como terçol pode ocorrer.

Entenda o Terçol: causas, sintomas e medidas preventivas 2

O terçol é uma inflamação das glândulas sebáceas localizadas nas pálpebras. Pode ser causado pela obstrução dos canais de secreção ou por infecção bacteriana. Geralmente, ele se manifesta como inchaço na pálpebra e um pequeno nódulo avermelhado.

O terçol ocorre quando as glândulas sebáceas nas pálpebras ficam inflamadas. Essas glândulas são responsáveis pela produção do filme lacrimal, que lubrifica as outras partes dos olhos para evitar o ressecamento. No entanto, se as glândulas forem infectadas por bactérias, pode ocorrer o terçol. Staphylococcus aureus é a bactéria comumente responsável por essa infecção, que pode ocorrer devido a práticas inadequadas de higiene facial ou ao uso de maquiagem vencida ou compartilhada.

Não há um grupo de risco específico para o terçol, mas a imunidade enfraquecida pode aumentar o risco de desenvolver a condição. Manter uma alimentação equilibrada, praticar exercícios físicos, tomar vacinas adequadas e cuidar da higiene facial ajudam a fortalecer o sistema imunológico e reduzir as chances de terçol.

Os principais sintomas do terçol incluem inchaço, vermelhidão, sensibilidade na pálpebra afetada e a formação de um nódulo doloroso. Às vezes, também pode haver lacrimejamento excessivo e a sensação de ter algo estranho nos olhos. Se você notar esses sintomas, é importante procurar ajuda médica.

O diagnóstico do terçol é feito por meio da anamnese, onde o médico analisa os sintomas relatados pelo paciente. Em alguns casos, pode ser necessário consultar um oftalmologista para obter um diagnóstico preciso. O tratamento pode incluir o uso de pomadas antibióticas, compressas quentes e, em alguns casos, ser necessária a remoção cirúrgica do terçol.

É importante cuidar da saúde dos olhos e procurar atendimento médico adequado caso ocorra algum problema como o terçol.

Em casos de terçol, é importante buscar atendimento médico para avaliar a condição. O médico poderá realizar exames no próprio consultório para diagnosticar a situação. Em casos mais graves, pode ser necessária a realização de uma biópsia para investigar possíveis complicações.

Felizmente, o terçol geralmente se cura de forma natural em cerca de uma semana. Para aliviar os sintomas, recomenda-se fazer compressas mornas no local afetado.

No entanto, é crucial ter cuidado ao seguir receitas caseiras ou automedicação para tratar o terçol, como a ideia de colocar um anel quente na lesão. Essas práticas podem acabar prejudicando o local e causando queimaduras. Portanto, é essencial sempre conversar com um médico para obter as orientações corretas e seguras. Em alguns casos, pode ser necessário o uso de antibióticos ou até mesmo uma drenagem cirúrgica para remover a secreção acumulada.

Para prevenir o terçol, é importante adotar cuidados diários, como manter a higiene adequada. Isso inclui remover completamente a maquiagem e limpar quaisquer secreções, mas evitando coçar os olhos com força. Além disso, é recomendado não compartilhar maquiagem, uma vez que esses produtos podem estar contaminados e espalhar microrganismos.

É fundamental realizar check-ups periódicos com um oftalmologista, pois isso ajuda a prevenir diversas doenças oculares e permite um tratamento rápido se necessário.

Portanto, é importante buscar atendimento médico adequado para o terçol e não adiar os cuidados com a saúde ocular.

Avalie esse artigo