×

Importância da avaliação oftalmológica na infância: Por que é essencial?

Importância da avaliação oftalmológica na infância: Por que é essencial? 1

Importância da avaliação oftalmológica na infância: Por que é essencial?

Cuidar da saúde dos olhos deve ser uma prioridade para crianças em idade escolar, principalmente aquelas que fazem um uso frequente de aparelhos eletrônicos. Uma consulta com um oftalmologista durante a infância é fundamental para prevenir possíveis problemas oculares nos primeiros anos de vida. A maioria do desenvolvimento da visão ocorre nessa fase inicial e requer acompanhamento adequado ao longo do tempo.

Importância da avaliação oftalmológica na infância: Por que é essencial? 2

Um dos primeiros exames oculares obrigatórios feitos antes da alta hospitalar é o “teste do olhinho”, também conhecido como Teste do Reflexo Vermelho. Ele consiste em direcionar uma luz suave nos olhos do bebê para verificar o reflexo da luz, identificando assim possíveis condições como catarata, cegueira, baixa visão e retinoblastoma.

Os olhos são considerados saudáveis quando apresentam um reflexo avermelhado contínuo ao passar pela luz. Caso haja ausência de reflexo ou presença de reflexo em outra cor, é importante investigar com um pediatra ou oftalmologista especializado na faixa etária da criança. Esse procedimento deve ser repetido aos 4, 6 e 12 meses de vida, e na consulta dos 2 anos para reavaliar a saúde ocular na infância.

Além do “teste do olhinho”, outros exames fundamentais na infância incluem avaliação da mobilidade ocular, pupilas, rastreamento de acuidade visual e avaliação de estrabismo. A consulta regular com oftalmologista durante a infância é crucial para prevenir e tratar precocemente possíveis problemas visuais, como miopia, astigmatismo, hipermetropia, estrabismos e doenças sistêmicas como catarata, glaucoma e tumores intraoculares.

Problemas de visão não diagnosticados precocemente podem afetar significativamente o aprendizado e o desenvolvimento infantil. Dificuldades visuais podem causar dores nos olhos, dores de cabeça frequentes, olhos vermelhos, dificuldade em distinguir cores e atraso no aprendizado. Observar esses sinais e buscar acompanhamento do oftalmologista é essencial para garantir o bem-estar e a qualidade de vida das crianças, auxiliando no convívio social e facilitando o processo de aprendizagem na escola.

É essencial notar que problemas de visão podem afetar significativamente a vida social e o desempenho acadêmico das crianças, bem como a interação geral das pessoas. Questões visuais não tratadas podem resultar em dificuldade de relacionamento, queda no rendimento intelectual e físico, desmotivação nas aulas e falta de concentração, além de levar a problemas como timidez excessiva e isolamento social.

Uma vez que 80% do aprendizado infantil ocorre por meio da visão, é crucial detectar precocemente possíveis doenças oculares. Diagnósticos tardios ou falta de tratamento adequado podem causar danos permanentes ao desenvolvimento e à qualidade de vida das crianças. Portanto, consultas regulares com oftalmologistas e exames preventivos são fundamentais, independentemente da idade ou presença de sintomas.

A preocupação com a saúde ocular infantil não só impacta positivamente no bem-estar e desempenho escolar, mas também contribui para um desenvolvimento saudável. Segundo a Sociedade Brasileira de Oftalmologia Pediátrica, a prevenção e o tratamento adequado poderiam evitar cerca de 70% dos casos de cegueira e comprometimento visual grave em crianças.

Avalie esse artigo