×

Realize o Teste do Pezinho: Descubra o momento e a maneira correta de fazê-lo.

Realize o Teste do Pezinho: Descubra o momento e a maneira correta de fazê-lo. 1

Realize o Teste do Pezinho: Descubra o momento e a maneira correta de fazê-lo.

O teste do pezinho é essencial para identificar doenças em recém-nascidos antes que os sintomas apareçam. Realizado de forma obrigatória em todos os bebês vivos desde 2001, o exame é rápido e simples, normalmente feito entre o terceiro e o quinto dia de vida do bebê.

Realize o Teste do Pezinho: Descubra o momento e a maneira correta de fazê-lo. 2

A coleta de sangue do calcanhar do bebê é a base do teste, que é rápido e indolor. O material coletado é enviado para análise e o resultado costuma sair em cerca de 15 dias. Se necessário, qualquer anomalia detectada permite que a assistência adequada seja oferecida imediatamente para garantir a qualidade de vida do bebê.

A pontualidade na realização do teste é crucial para agilizar o suporte, caso seja preciso, evitando possíveis complicações futuras. Além do teste padrão, existem outras opções de teste do pezinho disponíveis para avaliação da condição de saúde do recém-nascido após o nascimento.

O teste convencional identifica seis doenças genéticas e congênitas, como fenilcetonúria, hipotireoidismo congênito, anemia falciforme, hiperplasia adrenal congênita, fibrose cística e deficiência de biotinidase, todas com impacto significativo na saúde do bebê se não forem tratadas adequadamente e precocemente.

Uma condição cerebral em bebês pode causar convulsões, falta de coordenação motora e falhas no crescimento. Desde 2021, uma nova lei ampliou o número de doenças analisadas no teste do pezinho convencional, com previsão de chegar a 50 enfermidades. A inclusão inicial é para detectar toxoplasmose congênita, seguida por avaliações de doenças metabólicas e genéticas raras.

Além do teste do pezinho, outros cuidados neonatais são fundamentais. O teste da orelhinha, realizado na maternidade, identifica perdas congênitas na audição. O teste do coraçãozinho avalia a condição cardíaca do recém-nascido para detectar cardiopatias, enquanto o teste do olhinho busca possível glaucoma e catarata. A vacinação logo após o nascimento também é essencial para proteger a criança de doenças como a tuberculose e hepatite B.

Essas avaliações são simples, rápidas e seguras, sem contraindicações. Caso sejam identificadas alterações, são indicados encaminhamentos para exames mais detalhados. As vacinas são importantes para garantir a saúde do bebê desde os primeiros dias de vida. Assine o Cartão dr. consulta para acessar consultas e exames com preços especiais e incluir até quatro dependentes sem custo adicional.

Cuidados simples com a saúde do recém-nascido, como o teste do pezinho, desempenham um papel crucial na prevenção de complicações e no bem-estar do bebê. Essas medidas garantem diagnósticos precoces e possibilitam tratamentos desde o início da vida.

Em caso de dúvidas sobre a saúde da criança, é essencial buscar orientação de um pediatra, especialista capacitado para oferecer informações relevantes e necessárias para o cuidado do seu bebê.

Fontes confiáveis, como o Ministério da Saúde, a Sociedade Brasileira de Pediatria, o Diário Oficial da União e a Sociedade Brasileira de Imunizações, são fundamentais para embasar as decisões relacionadas à saúde infantil.

Avalie esse artigo