×

Bioimpedância: procedimento e utilidade explicados

Bioimpedância: procedimento e utilidade explicados 1

Bioimpedância: procedimento e utilidade explicados

A complexidade do corpo humano não é um segredo, são várias estruturas, substâncias e tecidos que precisam trabalhar em harmonia para o bom funcionamento do organismo. Um exame chamado bioimpedância pode ser necessário para avaliar essa complexidade.

Bioimpedância: procedimento e utilidade explicados 2

A bioimpedância é um procedimento simples e indolor, semelhante a pesar-se em uma balança. No entanto, os resultados obtidos são detalhados e mostram a composição corporal em termos de músculos, gordura e água, entre outros fatores.

Com base no resultado do exame de bioimpedância, é possível obter diagnósticos, cuidados nutricionais e uma rotina de exercícios físicos adequada para cada indivíduo.

O exame de bioimpedância é realizado por meio de uma balança especial que gera uma corrente elétrica indolor. Essa corrente passa por cada parte do corpo, permitindo a medição e análise das principais estruturas corporais. Em alguns casos, é necessário segurar uma placa de metal para garantir uma análise completa das diferentes regiões do corpo.

O procedimento é rápido e pode ser realizado em academias, clínicas e centros médicos. Profissionais de nutrição, nutrologia, clínica geral e outros especialistas podem solicitar o exame de bioimpedância.

A bioimpedância avalia diversos elementos, além do peso corporal, como o índice de massa corporal (IMC), quantidade de gordura corporal e basal, massa muscular, densidade óssea, níveis de água e taxa metabólica basal.

O índice de massa corporal (IMC) é um cálculo simples feito a partir do peso e altura, usado como uma referência para análises mais detalhadas do exame de bioimpedância. Dependendo do resultado, o paciente pode se enquadrar em categorias como abaixo do peso, peso normal, sobrepeso e diferentes graus de obesidade.

A medição da gordura corporal verifica a quantidade de células gordurosas na região abdominal, o que pode indicar riscos à saúde e predisposição a doenças cardiovasculares. Já a gordura basal indica a presença de tecido adiposo essencial para o funcionamento do organismo.

O nosso corpo é composto por diversos elementos essenciais para o seu funcionamento adequado. A bioimpedância é um exame que avalia alguns desses fatores, que são importantes para a saúde e o desempenho físico.

A massa muscular é fundamental para a força, coordenação e mobilidade do nosso corpo. Por meio de exercícios físicos, podemos fortalecer os músculos e obter esses benefícios.

A densidade óssea, ou massa óssea, é um fator que também é avaliado pela bioimpedância. Ter uma densidade óssea adequada é essencial para prevenir fraturas e doenças como a osteoporose.

A quantidade de água em nosso corpo é igualmente importante. A água é essencial para o funcionamento correto do organismo, incluindo para a saúde dos músculos. Por isso, é essencial avaliar se os níveis de água estão adequados e se há desidratação ou retenção.

A taxa metabólica basal é a quantidade de energia que o corpo gasta em repouso para manter suas funções fundamentais, como respiração e temperatura corporal. Essa taxa varia de acordo com diversos fatores individuais, como idade, gênero, peso e estilo de vida.

O exame de bioimpedância pode ser realizado em qualquer idade, durante check-ups médicos, avaliações com nutricionistas e acompanhamento da evolução dos treinos. Além disso, pessoas com condições específicas, como doenças renais, podem precisar de monitoramento periódico.

Para realizar a bioimpedância, é necessário seguir algumas orientações básicas, como evitar comer alimentos pesados antes do exame, não utilizar substâncias diuréticas ou consumir bebidas alcoólicas nas 24 horas anteriores, urinar pelo menos 30 minutos antes do teste, não praticar exercícios intensos nos 24 horas anteriores ao procedimento, e evitar saunas e banhos próximos ao exame.

A bioimpedância é um exame importante para a avaliação geral do corpo e deve ser realizado com a frequência recomendada pelos especialistas. Procure um profissional de saúde para obter mais informações e agendar o seu exame de bioimpedância.

Avalie esse artigo